segunda-feira, 5 de junho de 2017

Parmetal é confiável? Como investir em Ouro?


Em momentos de crise, a gente procura correr para investimentos mais seguros... afinal, ninguém gosta de perder dinheiro, né? Recentemente as movimentações políticas causaram um caos na bolsa de valores: juros futuros foram para as alturas, e tivemos uma queda de mais de 10% em um único dia na bolsa, levando ao famoso "circuit break", que é a interrupção das negociações.

Muita gente que estava "cozinhando" títulos do Tesouro Direto ou mesmo ações teve perdas expressivas, com quedas que chegaram a 40%, no caso da Cemig por exemplo.

Após esse episódio trágico, tenho visto muitas pessoas buscarem ativos alternativos, para fazer uma espécie de "hedge" com investimentos tradicionais, e esses investimentos são principalmente dólar e ouro.

Este post é principalmente sobre a compra de ouro, então vou deixar o dólar para lá. Mais do que falar sobre ouro, vou falar sobre uma das formas mais baratas de se comprar ouro, que é através da corretora/fundidora Parmetal DTVM.

Qual é a grande dificuldade de se investir em ouro? O problema tem um nome só "custódia". Diferente de um CDB ou outro tipo de papel, o ouro é algo "real", e seu alto valor atrai ladrões de toda espécie. Dessa forma, ao investirmos em ouro, nosso precioso investimento precisa ficar armazenado em um cofre em algum lugar, e o custo para manter o metal armazenado muitas vezes acaba sendo proibitivo. Mais quais são as alternativas para se investir em ouro, afinal de contas?

1 - Títulos de ouro na bolsa de valores - Pode ser facilmente comprado como se fosse ações, tanto no mercado futuro quanto mercado à vista, em qualquer corretora... Esses títulos são vendidos na bolsa com códigos como OZ2D. O problema é que a custódia é altíssima, chegando a cerca de 2% ao mês conforme a corretora. O spread de compra e venda também é alto, de forma que os custos operacionais são altos demais para nós sardinhas. Imagine só, você pagar 2% do seu ouro todo mês, em 50 meses não sobra quase nada... Mesmo que a corretora não cobre custódia, o ouro escritural tem a custódia da bovespa, que também é muito alta. Para o cálculo da custódia eles usam uma fórmula que eu sinceramente achei complicada demais.... mas que pelas minhas contas deve dar cerca de 0,1% ao mês. Pra quem quiser conferir  as contas, aí vai, conforme encontrei no site da Bovespa:

"O valor da taxa de custódia é determinado conforme a equação a seguir:




Onde:
 PmgOZ1: preço médio do grama de ouro OZ1 observado na data de referência;
Scfd : saldo de custódia ao final da data de referência."

Me corrijam se minha conta estiver errada, mas vamos fazer um calculo para uma pessoa que tiver 200 gramas de ouro custodiada, usando essa formula, digamos que o ouro esteja a 130 reais o grama:

(130 x 0,105% x 200) = R$ 27,30 por mês. 

Será que pagar R$ 27,30 por mês, ou R$ 327 ao ano para custodiar 26 mil reais não é demais?

2 - Comprar barras de ouro e guardar em casa - Podem ser encontradas facilmente pela internet... Elas podem ser compradas de diferentes fundidores (na própria bolsa de valores, no Banco do Brasil, na Ourominas)....  apesar de ser muito legal ter barras de ouro em casa, eu só posso recomendar isso se for para dar de presente para sua namorada... afinal de contas, não moramos na Suécia, e ter barras de ouro em casa é pedir para ser assaltado. Pra piorar, se você quiser vender suas barras, vai ter que antes pagar por uma perícia (recertificação) para garantir que você não adulterou as barras... e lá se vai seu ouro.

Barrinhas de ouro Ourominas
3 - Fundo Órama Ouro - Existe um fundo a venda na Órama que é vinculado ao preço do ouro. Tenho visto muito alarde e gente recomendando este fundo, entretanto eu não gostei desse fundo como investimento, pelos motivos abaixo:


Primeiro, que ele é um fundo multimercado, apesar de trabalhar apenas com ouro. Isso significa que em qualquer resgate voce fica sujeito a pagar 15% de imposto sobre qualquer rendimento, e perde a isenção de venda até 20 mil reais que o ouro "verdadeiro" oferece. Se você considerar que o ouro não "rende", apenas tem seu valor atualizado, na prática você acaba perdendo 15% do seu ouro... ruim, né?  Segundo que para investir no fundo você tem que pagar taxa de administração, que vai de 0,6% a 1,1% ao ano. Pode parecer pouco, mas levando em conta que seu ouro não vai se multiplicar (não sofre ação de juros)... na prática você perde 0,8% do seu capital todo ano. Lembre-se que o próprio fundo também vai pagar a custódia e demais custos operacionais para investir no ouro... então a isso vai se somar a taxa de administração.  Terceiro, por ser um fundo multimercado, vai ter ação do maligno come-cotas... que literalmente come suas cotas - ou seu ouro - portanto não consigo ver esse fundo como algo em que eu colocaria meu dinheiro. Tenho visto muita gente (blogs e sites) recomendando esse fundo, mas estou desconfiada de que existe algum sistema de afiliados por trás dessas indicações, já que nenhum desses lugares sequer apontou esses problemas que eu citei acima...

 Então... e agora, como faço pra investir em ouro a custos baixos?

Procurando "comprar ouro" no google, o primeiro link que aparece é: "Parmetal DTVM". Mas o que é a Parmetal? A Parmetal é uma fundidora / revendedora de ouro das maiores do Brasil. Eles possuem a empresa de fundição das barras, e revendem o ouro para quem quiser comprar através de uma corretora própria chamada Parmetal DTVM. 

E será que a Parmetal é confiável?

Pois é... essa foi a pergunta que eu me fiz também. Será que dá pra confiar?

Para tentar responder a essa pergunta, fiz uma pesquisa sobre a empresa, e veja o que eu descobri até agora, que são indicadores indiretos de  credibilidade:

1 - A empresa existe desde 1968. É uma das maiores negociadoras de ouro no Brasil. Possui registro na CVM e está sujeita portanto à fiscalização como uma corretora de valores qualquer. 

2 - Possuem um site bonito, são muito profissionais, com uma equipe de atendimento de primeira (todos são muito ágeis e educados). Me pareceu ser uma empresa séria.



 3 - No ano de 2012 a empresa esteve envolvida na mídia em uma operação da polícia federal chamada "Operação Eldorado", que investigava garimpos ilegais em áreas indígenas e comércio de ouro de origem obscura. Não sei no que deu essa operação, pois nao encontrei mais notícias de 2013 pra frente sobre o assunto. Ponto negativo para a Parmetal.

4 - A Parmetal, apesar de negociar volume altissimo de ouro (segundo eles maior que a própria Bovespa), tem boa reputação no "reclame aqui", com apenas uma reclamação, a qual foi resolvida com o cliente satisfeito. Apesar de o "reclame aqui" não ser um órgão oficial, tem funcionado bem para se avaliar a reputação de empresas. 

5 - Os custos operacionais para se investir em ouro na Parmetal são bem inferiores às opções citadas anteriormente neste post, e eles não cobram custódia, além de ter um spread compbra/venda bem baixo, tornando o investimento atrativo.

6 - O balanço da Parmetal tem estado bom nos últimos anos... conforme apuramos no site bancodata. Deu prejuízo nos últimos dois trimestres, o que é bom ficar de olho, mas por si só não é o fim do mundo.


Lucro Paremetal - Fonte: BancoData


  7. A empresa possui um aplicativo para iphone / android.  Para manter aplicativos atualizados (especialmente na plataforma iphone) é necessaria uma infra estrutura significativa de TI (mesmo que tercerizada), o que envolve custos significativos e demonstra um certo porte da empresa. Pra voces terem uma idéia, publicar um aplicativo na Apple Store é extremamente burocrático e chato. Além disso o sistema está o tempo todo sendo atualizado (necessitando manutenção de software) e tem que se manter um servidor dedicado, alimentar os dados, etc... ponto positivo pra Parmetal. O aplicativo é bem feito, e tem um visual bonito, superando até mesmo aplicativos de bancos relativamente grandes como Inter(medium):

Aplicativo para iPhone da Parmetal: bonito né?


8. Existe número de 0800 - Manter uma linha de 0800 também não é algo para peixe pequeno... +1 para a Parmetal. 


9. O processo de cadastro do investidor é simplificado demais - Apesar de isso ser uma facilidade para quem quer investir, pode deixar margem para fraudes (externas), o que não é bom, né? Conforme o caso dá pra investir com eles sem nem sequer mandar cópia de nenhum documento... Eles chamam isso de "cadastro siplificado", que é descrito no site da empresa da seguinte forma:  "Consiste na inserção dos dados do cliente nos sistemas da empresa, sem haver a necessidade de documentação. Este procedimento  é adotado, segundo o conceito de cliente eventual, que na empresa recebe os seguintes limites de operação:  Limite mensal de R$ 10.000,00 e Limite anual de R$ 120.000,00."
Veja que o que eles definem como "cliente eventual", supera os investimentos mensais e até mesmo anuais da imensa maioria das pessoas. Quem vai investir mais do que 120 mil em ouro em um ano?

Tá... mas e aí, dá pra confiar na empresa para investir?


Bem... eu não vou responder a esta pergunta... afinal  nem eu tenho uma resposta exata, já que isso é a critério de cada um, né?  Mas com as informações que eu consegui acima, creio que você já tenha algo para ajudar a tomar sua decisão. Para o meu critério pessoal de investimento, dá pra investir com eles sim, mas uma porcentagem do capital no máximo de uns 12%, porque se eles quebram, não é bom ter muito dinheiro aplicado né?

E como faço para comprar ouro com eles?

 O processo é super simples: Você entra em contato com eles (pode ser até por Whatsapp), faz um cadastro simplificado, e em 15 minutos já pode fazer sua primeira operação.  Vou deixar os números a seguir, que retirei do site deles (está no quadradinho da imagem).  Depois que você tiver feito o cadastro, eles indicam um "gerente", com o qual você fará contato sempre que quiser comprar mais, e essa pessoa será responsável por lhe repassar a cotação. O contato e a compra com o gerente pode ser feito por e-mail, telefone, ou Whatsapp. O gerente diz a cotação, você diz quantos gramas quer comprar, faz um TED para a conta da Parmetal, e no dia seguinte eles enviam para você a nota de negociação (por e-mail ou Whatsapp). Para saber o saldo de seu investimento, você deve consultar o gerente. 


O atendimento por whatsapp funciona muito bem

Quais as modalidades de ouro vendidas pela Parmetal?

 A Parmetal vende ouro de duas formas diferentes:


"Ouro Escritural" ou "Ouro custódia" -  Essa é a modalidade mais indicada para investidores. Você compra o ouro, porém ele fica armazenado lá na Parmetal, e você apenas recebe uma "nota de compra". Eles não cobram nada pela custódia do seu ouro, e você pode retirar o ouro na empresa a qualquer momento, se quiser - pelo menos é o que eles prometem. O spread de compra e venda é bem baixo - menos de 1% - eles garantem a recompra e não cobram nenhuma taxa oculta além do spread nas operações. Para vendas até 20 mil reais você ainda tem a isenção de imposto em caso de venda com lucro. O processo de compra é simples e feito todo por telefone, e-mail, ou whatsapp, via agente. Depois que fizer o cadastro, a sua "gerente" envia todos os dias a cotação do ouro via e-mail ou WhatsApp, e para comprar é só responder dizendo que quer comprar, e a quantidade. Daí você faz um TED para eles no valor.

Mensagem de Whatsapp enviada
diariamente pela gerente da Parmetal

Veja que a diferença de spread compra/venda nessa data era de R$ 1,1, ou 0,83%, e esses são os únicos custos operacionais para se operar o ouro custódia da Parmetal.

 "Ouro em barra", modalidade em que você compra o ouro e eles enviam por Sedex, ou você busca na sede da empresa. Acho perigoso pelo risco de assalto. As barras deles também não são bonitas como as da Ourominas, então nem para dar de presente é bom.  Pra piorar, apesar de eles garantirem a recompra, o ouro tem que passar por um processo de recertificação (perícia), então acaba saindo caro demais investir por essa modalidade, a não ser que você seja um pirata e tenha intenção de enterrar seu tesouro. Apesar de ser inseguro deixar ouro em casa, nessa modalidade você não corre o risco de a empresa quebrar e você perder seu dinheiro.  Os custos da recertificação estão embutidos no preço de recompra (spread), que vai ser maior. Veja no exemplo da mensagem acima: enquanto a recompra do ouro custódia paga R$ 130,60, a recompra do ouro físico paga apenas R$ 129,40, o que implica num custo de R$ 1,20 por grama para recertificação das barras - quase 1%. Também é cobrada uma taxa irrisória de R$ 8 por cada barra entregue, a título de custo de fundição e embalagem. Há também mais R$ 10 a título de Sedex, se você escolher que seu ouro seja entregue pelo correio. As vantagens dessa modalidade de compra é que você tem o produto em mãos... e cá entre nós, deve ser muito legal ter barrinhas de ouro em casa, né?


Quais os riscos de se investir com a parmetal?

Como não tenho nenhuma ligação com a empresa, vou colocar aqui alguns riscos que pensei existirem - pelo menos em potencial - ao se investir com a Parmetal. Não estou nem falando apenas dos riscos intrínsecos de se investir em qualquer ativo de renda variável (dólar, ouro, ações, etc), mas sim de riscos em potenciais devido ao modelo do negócio - tal qual comentei quando falei da BIVA: 

-Risco da cotação do ouro cair - Por ser um ativo sujeito a políticas externas, o produto pode sofrer variações importantes ao longo do tempo. Entram aqui grandes "players" como o Banco Central da Rússia e da China. Estes dois países tem aumentado de forma significativa suas reservas em ouro, ao meu ver para diminuir a influência americana e a importância do dólar em suas economias e no mercado internacional. A adoção (ou não) de lastro em ouro por países grandes pode afetar de forma significativa a cotação internacional do ouro. Crises financeiras internacionais (como a de 2008 por exemplo), ao contrário, podem fazer a cotação do ouro subir muito.

Rússia e China vêm comprando ouro de forma massiva


-Risco da empresa quebrar - Uma vez que investimento em ouro não é coberto pelo FGC (fundo garantidor de crédito), se a empresa quebrar o investidor pode ter dificuldade para conseguir retirar seu ouro que estava custodiado. Você tem um papel dizendo que você tem tantos kg de ouro lá na empresa... mas de que vale esse papel se a empresa falir?
-Risco de liquidez - Será que em caso de um "crash" mundial na bolsa ou outra crise que provogue resgates em massa do ouro custodiado, eles realmente vão ter liquidez? Mesmo em caso de uma retirada maciça? Duvido muito, pois a empresa simplesmente não teria como garantir a recompra em um cenário de crise grave (Black Swan). Nesse caso, você teria seu ouro custodiado na empresa mas não teria como revendê-lo ou resgatá-lo... Em condições normais a empresa garante a recompra, mas em um cenário de crise grave não há como garantir. Digamos que o mundo entre em um colapso, como por exemplo um hipotético apocalipse zumbi: Nesse momento será de grande valia possuir barras de ouro em mãos... mas talvez o dono da Parmetal tenha a mesma idéia, né?
-Risco de "ouro fantasma" - O modelo de negócio possibilita que seja "vendido" ouro que não existe, ou seja, uma venda sem lastro. A empresa poderia simular uma venda de ouro, pegar seu dinheiro e colocar em outros ativos, ou até mesmo cobrir prejuízo da empresa. Isso passaria despercebido pelo investidor, que em caso de uma retirada, ou mesmo de uma retirada em massa numa crise global descobrira que o seu dinheiro foi na verdade investido em outro ativo (ex: renda fixa) e que não há ouro algum. Obviamente estou falando sobre uma operação ilegal, o que dependeria de ações de funcionários desonestos da empresa, mas não se pode afastar que isso vá um dia ocorrer, já que estamos no Brasil né? 

Conclusão:

O custo operacional para se investir via Bovespa (custódia) ou Fundo Órama (taxa de administração) me parece alto demais. Para quem quer investir em ouro, não existem muitas alternativas com custos operacionais baixos além da Parmetal, e esta parece para mim ser a opção mais viável, entretanto devemos nos manter de olho aberto ao negociar com a empresa, particularmente devido ao histórico de envolvimento na Operação Eldorado da Polícia Federal, que, como disse, não sei qual foi o desfecho, mas ainda assim é um sinal de alerta. O balanço negativo da empresa nos últimos dois trimestres também é algo para se ficar atento, principalmente se a empresa continuar no vermelho. Podem existir outras formas de investir em ouro, e fico à disposição para novas informações nos comentários, que serão adicionadas ao post original.

obs: Postagem atualizada em junho/17 em atenção ao feedback dos leitores nos comentários



 

16 comentários:

  1. Adquirir por meio de leilões também é uma boa opção. Outro dia o Lawyer fez uma postagem sobre isso. Abraço, www.finansferas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Seria ouro de joias, tipo leilão da Caixa? Vou dar uma lida sobre isso.. obrigada! =^.^=

      Excluir
  2. Melhor forma: OZ1D -> Corretoras: Clear (R$ 35,00/ordem) e Gradual (R$ 0,50/contrato). Tire suas dúvidas quanto ao valor da custódia e depois, por favor, responda aqui. Salvo engano nestas duas, a custódia é zero :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comprando ouro escritural da bovespa (OZ1D), mesmo que a corretora não cobre custódia, tem custódia da bovespa, que me parece ser de 0,1% ao mês. Vou atualizar o post, obrigada.

      Excluir
    2. Olá! Pelo que dei uma pesquisada, mesmo que a corretora não cobre nada, temos que pagar a custódia da Bovespa, que é de 0,105% ao mês...

      Excluir
    3. Ai o mundo acaba é uns anos.... rs

      Excluir
  3. Artigo muito bom. Venho pensando em adquirir ouro em barra. Só fiquei com dúvida no processo de perícia quando for vender. Quem faz a perícia e quanto custa em termos percentuais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi André... sai uns R$ 1,20 por grama.... o valor já está incluído no preço de recompra das barras da Parmetal (spread), e você nãoo precisa se incomodar com nada em termos práticos.

      Excluir
  4. Gatinha, faça uns posts mais descontraídos.

    Você parece estar escrevendo como um robô.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá... vou prestar mais atençao nisso sim :) afinal de contas, de relatório técnico tá cheio por aí né? =^.^=

      Excluir
  5. Muito interessante,

    Já havia pesquisado sobre investimento em ouro no Brasil e me decepcionado bastante.

    Minha única experiência foi com os títulos negociados na BM&F mesmo. Já para ouro físico, não tinha visto nenhuma boa opção até agora.

    O grande problema é a liquidez e o spread de compra e venda. Spread de 0,5% parece bom demais pra ser verdade. Precisaria ligar lá e conferir.

    Vi no site que o ouro vem lacrado em um plástico. Se for possível conservado assim e houver garantia de recompra sem necessidade de refundição pode ser uma boa opção.

    O engraçado que as moedas tradicionais, como American Eagle, Canadian, Maple Leaf, etc são negociadas em diversos países do mundo, menos aqui.

    E moedas são mais difíceis de falsificar, não necessitam de refundição e tem maior liquidez, pois em geral são vendidas por onça.

    Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Já vi essas moedas, tanto no Banco do Brasil como na Ourominas... mas elas me parecem ser mais para fins comemorativos (souvenirs) do que pra investimento de verdade. Pra recompra das barras a Parmetal cobra algo em torno de R$ 1,20 por grama, isso para o ouro deles, lacrado. Ainda que o lacre não esteja rompido, sempre tem que existir um processo de verificação (perícia) pra constatar que o produto não foi violado. =^.^=

      Excluir
  6. Excelente post!
    Parabéns!
    Sucesso nos investimentos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigada!!! Minha carteira tá uma desgraça, -3% em 2017 até agora.... =^.^=

      Excluir
  7. Oi linda,

    Parabéns pela qualidade das postagens.

    A internet nos propicia ter a sensação de que conhecemos a contraparte por anos, sem que na verdade isso jamais tenha ocorrido (ou venha a ocorrer).

    Dá essa sensação ao ler suas postagens e me identificar demais com você.

    Beijo grande,
    Advogado/surfista carioca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigada pelo carinho! Pior que é verdade mesmo!!! Isso acontece também comigo com cantoras, sabe? A gente escuta as músicas e fica achando que conhece a pessoa hahahaha :) =^.^=

      Excluir